Ir para conteúdo



Foto
- - - - -

Guarda Do Padastro Com Pai Vivo


  • Por favor, faça o login para responder
3 respostas neste tópico

#1 francisco ferreira de melo filho

francisco ferreira de melo filho
  • Membro
  • 3 posts

  • Estado:CE

Escrito em 27 dezembro 2008 - 19:57

Tive um relacionamento que durou de 4 a 5 anos no qual nasceu minha filha que hoje esta com 16 anos.
Me separei em 1994 e passei a pagar pensao de alimento e em 1998 fui morar em Teresina e depois em 2002 para Brasilia e nao tive mais contato com minha filha,
em 2006 retornei a Fortaleza e voltei ao convivo com ela, almocamos juntos, passeamos e ate passamos a entrada de ano de 2006 juntos.....
Em julho /2007 sua mae faleceu e como ela ja vivia com a mae o podastro ha dez anos o mesmo induziu a menor a ficar com ele , tentei junto ao conselho tutelar da cidade e ela junto com o padastro compareceram audiencia de conciliacao e o mesmo assinou um termo que devolveria a menina naquele dia o que nao ocorreu e para minha supresa ele foi a delegacia da crianca e do adolecente fazer uma denuncia que a Conselheira tinha maltratado a menor.
Assim ficou , pois o desejo da menor era realmente permanecer com ele.( por medo dele).
Em agosto de 2008 minha filha me procurou dizendo que nao mais queria morar com ele so que nesse intervalo ele entrou com o pedido de guarda provisoria da menor e ainda por cima mentiu perante ao Juiz dizendo que nao sabia onde encontrar os parente, pai e avos materno. ( todos participamos do funeral).
Hoje ele ganhou a guarda da minha filha eesta recebendo a pensao que a mae dela deixou ( metade dele e metade de minha filha),recebeu a pensao que eu pago a minha filha e tinha ficado retido no INSS de julho a nov/2007 e ainda requereu os meses de dez/2007 a out/2008 e foi concedido o pior de tudo e que ele nao repassou nada desse dinheiro para a menor que esta morando com os avos desde setembro e ainda por cima ao solicitar o alvara para liberacao do FGTS e PIS da mae dela informou que nao havia nenhum bem a partilhar e a casa onde eles moravam ha mais de 6 anos simplesmente desapareceu ( a casa estava nome da mae dela.
Eu so soube da acao na justica quando minha filha me procurou e tentei uma revogacao de guarda e o processo esta correndo, alias acho que esta parado e ele
recebendo os valores e nem sequer da atencao a menina.
Minha filha manifesta interesse em morar com os avos, como faco?
Que podera ser Feito?
Uma exoneracao de guarda?
Ele se apoderou dos valores que seriam de minha filha e fazendo uso em beneficio proprio, minha filha podera ser ressacida?


Aguardo resposta..........

#2 Cjardim

Cjardim
  • Membro Pleno
  • 176 posts
  • Localização:Passo Fundo - RS
  • Interesses:Direito, motociclismo

  • Estado:RS

Escrito em 05 janeiro 2009 - 10:16

A resposta às 2 últimas perguntas é positiva, mas para isso precisará procurar um advogado!
Boa sorte!
[]s
Cristiano Estrasulas Jardim
SILVA JARDIM ADVOGADOS ASSOCIADOS

www.silvajardimadv.com.br
Passo Fundo - RS

#3 francisco ferreira de melo filho

francisco ferreira de melo filho
  • Membro
  • 3 posts

  • Estado:CE

Escrito em 06 janeiro 2009 - 15:21

Boa tarde,
Dr Cjardim.


Obrigado pela resposta.
Na proxima estarei no forum com um novo advogado.


F. Ferreira

#4 francisco ferreira de melo filho

francisco ferreira de melo filho
  • Membro
  • 3 posts

  • Estado:CE

Escrito em 28 abril 2009 - 21:50

DR. Cristiano Estrasulas Jardim

Obrigado pela dica, ja conseguir a restauracao de guarda agora so falta
a presacao de conta dos valores recebido por ele e a determinacao do
Juiz quanto a devolucao do total ou nao......

Mais uma vez muito obrigado.

Francisco Ferreira

Editado por francisco ferreira de melo filho, 28 abril 2009 - 21:51 .





0 usuário(s) está(ão) lendo este tópico

0 membro(s), 0 visitante(s) e 0 membros anônimo(s)