Ir para conteúdo



Foto
- - - - -

Insalubridade e rito sumaríssimo


  • Por favor, faça o login para responder
4 respostas neste tópico

#1 nhdireito

nhdireito
  • Membro
  • 3 posts

  • Estado:RS

Escrito em 09 janeiro 2008 - 15:21

Olá colegas,

tendo em vista que o rito sumaríssimo na JT determina que o valor seja certo, gostaria de uma ajuda para saber como faço o cálculo da insalubridade.
Não sei se utilizo o índice sobre o salário mínimo atual ou o vigente à época do contrato.

Obrigado

#2 Eisenhower

Eisenhower
  • Membro Pleno
  • 576 posts

  • Estado:RJ

Escrito em 09 janeiro 2008 - 19:30

Procure um Contador e peça para fazer os cálculos para você, ou solicite ajuda a um colega profissional especialista na área do Direito do Trabalho em sua Cidade para lhe ajudar na elaboração dos cálculos. Boa sorte.

#3 nhdireito

nhdireito
  • Membro
  • 3 posts

  • Estado:RS

Escrito em 10 janeiro 2008 - 13:55

Caros colegas,

lamento tomar o tempo de vocês, mas para tal resposta eu nem me dignaria em escrever.
Acho que me enganei, pensei que fórum fosse um local de discussão, se eu tivesse $$ para contratar um contador, jé teria um, com certeza, e não ficaria quebrando a cabeça para dúvidas tão simples.

Consultar colegas, é o que estou fazendo.

Obrigado pela "dica", apesar de, neste momento, não ter servido para nada.
Uma crítica: vi que quase todas as respostas são: procure um advogado, procure o ministério público, procure o JEC, etc...

as pessoas que escrevem querem só uma orientação de um profissional, mesmo que simples, claro que elas vão procurar um advogado, mas antes querem entender bem se têm direitos, por isso estão escrevendo no fórum.
Valeu pessoal,

boa sorte,
esse site não contemplou minhas expectativas.

Abraço

#4 Otchin

Otchin
  • Membro Pleno
  • 69 posts
  • Localização:Londrina

  • Estado:PR

Escrito em 10 janeiro 2008 - 14:27

Olá

No meu humilde entendimento, deve-se realizar o cálcudo do adicional de insalubridade sobre o salário mínimo da época.

Como forma de realizar cálculos trabalhistas, eu utilizo o programa "Cálculo trabalhista rápido" disponível gratuitamente a qualquer pessoa no site do TST (www.tst.gov.br - link Sistema de calculo JT)

Há dois programas disponíveis no TST:
a) Sistema Único de Cálculos da Justiça do Trabalho;
B) Cálculo trabalhista rápido

Eu aconselho o segundo porque o outro é muito complicado de usar.
Dá para realizar vários cálculos e ambos atualizam indíces e valores dos salários mínimos automaticamente e mensalmente pela internet.

A vantagem é por ser grátis e fornecido pelo Tribunal do Trabalho.

Espero ter ajudado.

#5 Eisenhower

Eisenhower
  • Membro Pleno
  • 576 posts

  • Estado:RJ

Escrito em 11 janeiro 2008 - 08:20

Olá. Aqui realmente é um fórum de discussões e não de "soluções on line". Se você não sabe fazer cálculos trabalhistas, seria melhor procurar um colega mais habilitado, do que fazer de forma errônea e passar vergonha no dia da audiência de conciliação, instrução e julgamento. A função do operador do direito é de interpretar e fazer valer as leis, e não fazer "cálculos". Num universo tão grande de profissionais e operadores do direito do trabalho no Rio Grande do Sul, existem com certeza pessoas e instrumentos capazes de dirimir quaisquer dúvidas trabalhistas, em especial a elaboração de cálculos trabalhistas, como no livro de "rotina trabalhista" por exemplo, a onde consta com certeza como se faz a elaboração de cálculos no rito sumaríssimo perante a Justiça do Trabalho. Infelizmente algumas pessoas acham que vão encontrar nesse fórum de discussões a "solução pronta" de seus problemas, o que não é verdade. Sabe o motivo porque as pessoas são orientadas as pessoas a procurarem um advogado, um defensor público ou a um dos núcleos jurídicos das faculdades de direito? Porque a "consulta virtual" escancarada pode ser considerada INFRAÇÃO ÉTICA, sabia disso? Já leu o Código de Ética da OAB? Já se interessou em ler os provimentos do Conselho Federal da OAB? Já leu os Ementários do Tribunal de Ética da sua Seccional ou de outra Seccional da OAB? Se não leu, deveria ler antes de fazer qualquer comentário a respeito do assunto que pouco conhece. A leitura desses instrumentos deveria ser uma prática desde o último ano de formando e após a aprovação na prova da OAB, mais infelizmente algumas faculdades não se preocupam com isso até no cumprimento do caderno de prática processual. Siga a orientação do colega Otchin, que foi de extrema valia pra quem não sabe fazer cálculos trabalhistas. Boa sorte.




0 usuário(s) está(ão) lendo este tópico

0 membro(s), 0 visitante(s) e 0 membros anônimo(s)