Ir para conteúdo



Foto
- - - - -

Pode O Inventariante Ser Procurador Dos Demais Herdeiros Num Inventário?


  • Por favor, faça o login para responder
8 respostas neste tópico

#1 BROOKS ADV

BROOKS ADV

    Adv. São Paulo/SP

  • Membro Pleno
  • 161 posts
  • Sexo:Feminino

  • Estado:SP

Escrito em 18 fevereiro 2012 - 19:46

Prezados,



A inventariante poderá ser procuradora dos demais herdeiros num processo de arrolamento sumário?
Em outras palavras, ela representa os herdeiros e eu a represento como advogada, o objetivo seria uma emitir uma única procuração ao invés de várias procurações para mim.
Pode ser feito dessa maneira?

Grata

BROOKS ADV
  :rolleyes:


#2 GONCALO

GONCALO
  • Membro Pleno
  • 1149 posts
  • Sexo:Masculino

  • Estado:SP

Escrito em 19 fevereiro 2012 - 09:10

Acredito que não se faça presente qualquer impedimento legal.
Afinal, Inventariante nada mais é que a pessoa encarregada de administrar os bens da herança e trazer a juízo todos os bens de quem tem conhecimento para serem partilhados.
É o que ela estaria fazendo, afinal.
Claro que a procuração para a causidica deve identificar plenamente cada um dos outorgantes da procuração á inventariante, inclusive Livro e fls.
Mas vamos aguardar outras postagens, de maior peso juridico.
Minha opinião tem o peso de isopor....

#3 JSR

JSR
  • Membro
  • 12 posts
  • Sexo:Masculino
  • Localização:riajsritta@hotmail.com
  • Interesses:Direito do Trabalho, Cível e Defesa do Consumidor.

  • Estado:BA

Escrito em 19 fevereiro 2012 - 11:27

Salve Dra. Cleide!



Segundo entendi o que se pretendeé evitar a outorga de procuração por cada um dos herdeiros o que implicaria emdiversas procurações. Sendo assim, poderá ser feita uma única procuração assinadapor todos os herdeiros outorgando os devidos poderes à colega advogada, como depraxe.

Sds.


#4 GONCALO

GONCALO
  • Membro Pleno
  • 1149 posts
  • Sexo:Masculino

  • Estado:SP

Escrito em 20 fevereiro 2012 - 09:04

Salve Dra. Cleide!



Segundo entendi o que se pretendeé evitar a outorga de procuração por cada um dos herdeiros o que implicaria emdiversas procurações. Sendo assim, poderá ser feita uma única procuração assinadapor todos os herdeiros outorgando os devidos poderes à colega advogada, como depraxe.

Sds.



A minha humilde opinião levou em consideração que os Herdeiros já haveriam outorgado procuração para um deles, que seria o Inventariante. E esse Inventariante, por si e pelos demais herdeiros que representa, contrataria os serviços da Causídica.
De qualquer forma, as taxas referente a Procuração Ad judicia são calculadas por Outorgante, e não por procuração. Exceto quando se tratar de casal, quando será recolhida uma unica taxa.

#5 Letícia

Letícia
  • Membro Pleno
  • 190 posts
  • Sexo:Feminino

  • Estado:SC

Escrito em 20 fevereiro 2012 - 12:52

Olá, Dra. Cleide!
Acredito que se as procurações outorgadas à Inventariante forem lavradas por tabelião público não haverá problema. Não vejo qualquer ilegalidade.

Abraço,
Letícia

#6 BROOKS ADV

BROOKS ADV

    Adv. São Paulo/SP

  • Membro Pleno
  • 161 posts
  • Sexo:Feminino

  • Estado:SP

Escrito em 20 fevereiro 2012 - 16:11

Pois muito bem caros colegas,

sanada a questão, surgem outras:

1 - Poderão cada um deles ceder sua quota parte da herança em favor da inventariante? Como ?

2 - Um dos herdeiros é incapaz (adulto com mal de alzheimer) , representado por curadora, como ficará sua quota parte, já que não assina e nada entende?
A curadora definitiva, que é sua filha, poderia assinar por ele?

grata mais uma vez.

BROOKS ADV
  :rolleyes:


#7 Thiago_RS

Thiago_RS
  • Membro Pleno
  • 158 posts
  • Sexo:Masculino
  • Interesses:Debater o Direito; Construir o conhecimento.

  • Estado:RS

Escrito em 24 fevereiro 2012 - 19:47

Olá!

Os herdeiros podem ceder seus direitos hereditários à inventariante, mediante escritura pública registrada em cartório... Hoje mesmo vi um processo de inventário em que há 8 irmãos herdeiros, e todos cederam a sua parte ao inventariante.

Quanto ao herdeiro incapaz, seguidamente vejo advogados requerendo a venda do quinhão que caberia ao herdeiro incapaz (isso quando há bens imóveis a serem partilhados), e o valor arrecadado vai depositado em uma conta poupança para ser utilizado em proveito do incapaz... É uma alternativa interessante!

Att,
Tiago Dorneles

#8 Letícia

Letícia
  • Membro Pleno
  • 190 posts
  • Sexo:Feminino

  • Estado:SC

Escrito em 29 fevereiro 2012 - 11:54

Oi, Dra. Cleide.
Quanto a cessão, eu costumo fazer procuração ad judicia citando o poder para fazer a cessão: Pelopresente instrumento de procuração e pela melhor forma de direito, o outorgantenomeia e constitui sua bastanteprocuradora a outorgada, para o fim especial de representá-lo, na ação deINVENTÁRIO E PARTILHA OU ARROLAMENTO, podendo para tanto usar dos poderes dacláusula ad judicia e mais de prestarcompromisso de inventariante, prestar primeira e últimas declarações, podendoainda, ceder seus direitos hereditários para sua XXXXXX XXXXXXXXX CPFXXXXXXXX-XX, requerer justiça gratuita e substabelecer, com ou sem reserva depoderes.
Costumo fazer procuração sem reconhecer firma. Mas, dependendo do juiz, é melhor mandar reconhecer.


Quanto ao incapaz, ele não pode ceder. Recomendo que siga o que disse o Dr. Thiago, acima.


Abraço,
Letícia

#9 BROOKS ADV

BROOKS ADV

    Adv. São Paulo/SP

  • Membro Pleno
  • 161 posts
  • Sexo:Feminino

  • Estado:SP

Escrito em 06 março 2012 - 00:12

Queridos colegas!

Ainda que tardio, agradeço a todos pela participação.
Foram muito valiosas as informações prestadas.
SUCESSO A TODOS!!!!

BROOKS ADV
  :rolleyes:





3 usuário(s) está(ão) lendo este tópico

0 membro(s), 3 visitante(s) e 0 membros anônimo(s)