Ir para conteúdo



Foto
* * * * - 1 votos

Laudo Pericial Desfavorável


  • Por favor, faça o login para responder
1 resposta neste tópico

#1 rosevargas

rosevargas
  • Membro
  • 46 posts
  • Sexo:Feminino

  • Estado:RO

Escrito em 07 maio 2011 - 23:42

Colegas gostaria de pedir a opinião de vcs acerca da seguinte questão:


Foi proposta no JEF uma ação de restabelecimento de auxilio doença em face do INSS, baseado em incapacidade decorrente de sérios problemas de hernia de disco. O juiz de primeiro grau concedeu a tutela antecipada e determinou a realização de perícia.

Ocorre que o laudo foi totalmente desfavorável ao meu cliente, contrariando todos os outros laudos particulares apresentados pelo mesmo.

Nesta situação há como argumentar que a perícia foi superficial e portanto, incapaz de verificar o problema enfrentado pelo mesmo ou solicitar a realização de novo exame pericial?

Me desculpem mas esta é minha primeira causa previdenciária e portanto estou bem perdida acerca da questão, não sabendo nem mesmo o próximo passo deste processo, ou seja, se serei intimada a me manifestar acerca do laudo, se haverá audiência, etc..

Por favor me dêem uma luz, se possível.

Att.

Roselaine Vargas

#2 Andrea O. Valente

Andrea O. Valente
  • Membro Pleno
  • 60 posts
  • Sexo:Feminino

  • Estado:SP

Escrito em 08 maio 2011 - 11:29

bom dia, Roselaine

você poderá impugnar o laudo pericial e fazer quesitos complementares/suplementares.

primeiro, verifique se a perícia foi realizada por especialista na área do problema de saúde, caso não tenha sido feita, peça nova perícia com especialista.

nos quesitos complementares:

1 estude o código de ética médica e as portarias do CRM, lá você encontrará como deve ser feita a perícia e como deve ser o laudo pericial, tudo que o perito fez em disconcância caracteriza impericia e negligencia, e você deverá argumentar a imprestabilidade do laudo com base no CPC (parte da perícia), sempre pedir a instauração de prodecimento administrativo e lembrar das consequencias penais (art. 342, CP) e da possibilidade de indenização (art. 147, CPC)

2 peça para o perito esclarecer se os medicamentos/tratamento possuem efeitos colateriais e se estes efeitos incapacitam a pessoa para suas atividades habituais e laborais.

3 verifique as possíveis nulidades, lembre que a perícia é ato processual e, portanto, se reveste de todas as formalidades exigidas para o ato processual, sob pena de desrespeitar a ampla defesa e o contraditório

4 se ele usou expressões como "eu acho, eu entendo....", o perito não deve manifestar opiniões, seu trabalho é tecnico-cientifico, não pode em hipótese alguma se basear em "achismos", afinal o CPC é claro: tem que ser profissional habilitado com conhecimento tecnico. Então, faça a impugnação com base no art. 147 CPC e 342 do CP e peça remessa de cópia do processo para o CRM para instauração de processo administrativo para apuração das faltas cometidas pelo profissional 

5 verifique se a doença exige exames especificos para o diagnóstico e se estes exames foram requeridos por ele ou analisados (o perito tem que descrever todos os testes que usou para diagnosticar e fazer o laudo), a falta disto caracteriza negligencia, pois não construiu a perícia sobre as bases fáticas reais, mais uma vez, impugne com base no CPC.

6 uma maneira um pouco mais difícil é, nos quesitos suplumentares, provocar o perito para que ele se manifeste sobre exames juntados na ação (Ex.: o autor possui as enfermidades constantes nos laudos fls.XX? o ilustre perito concorda com os diagnosticos dos docs.xXXX? Explique o por que da concordancia/discordancia........). Então, se ele discordar, dá mais uma olhadinha no código de ética médica e lá voce encontrará que um médico não acareação entre o perito e o médico do autor )



Basicamente é isto, pois tecnicamente falando, apesar de muitas vezes parecer que qualquer um enxerga o real problema menos o perito, os advogados, teoricamente, não possuem conhecimento técnico na área médica para combater o conhecimento técnico do perito, então temos que nos valer dos argumentos processuais para combater o laudo.



Espero ter ajudado.



Andrea.




0 usuário(s) está(ão) lendo este tópico

0 membro(s), 0 visitante(s) e 0 membros anônimo(s)