AlienaÇÃo Social

Discussão em 'Filosofia Jurídica' iniciado por bladoborges, 23 de Junho de 2009.

  1. bladoborges

    bladoborges Membro Pleno

    Mensagens:
    249
    Sexo:
    Masculino
    Estado:
    São Paulo
    Para reflexão:

    Não tem, sequer, um único dia no qual entro em um metrô/trem, lotado de trabalhadores, que se aglomeram como se gado fossem, correm, brigam, chingam, trabalham o dia inteiro por um salário que mal lhes fornecem o básico, entretidos pelo "futebol, novela, cerveja, cachaça, fofocas, etc", que o fazem esquecer que são eles, os muitos, que sustentam, criam e mantém a riqueza de poucos.

    Observam os salários dos jogadores de futebol, dos apresentadores de televisão, dos atores de sua novela, sem ao menos pensar que são eles os principais responsáveis por aquilo e pela manutenção daquilo.

    A alienação está cada vez mais forte, e eu pergunto: Lutar contra ela, ou lutar para se beneficiar dela?

    O mundo capitalista, cada vez mais competitivo, restringe as chances de sucesso para ambas as respostas do questionamento acima e faz o lúcido, tornar-se, de pronto, alienado.

    Infelizmente, até Deus, é utilizado por alguns, para a alienação e manutenção do controle social

    De um capitalista, cristão e ainda lúcido;

    Bruno Aquino
  2. JUS EST ARS

    JUS EST ARS Em análise

    Mensagens:
    28
    Sexo:
    Masculino
    Estado:
    São Paulo
    Não creio que são esses trabalhadores que ganham salário mínimo que sustentam, criam e mantém a riqueza de poucos.

    A relação do valor salário é intimamente ligada à complexidade do mesmo. Se você faz um serviço que qualquer um poderia fazer, então seu salário é baixo; se você faz algo que poucos poderiam fazer, então seu salário é alto.

    Trabalho não dá dinheiro. Se trabalho desse dinheiro, os cortadores de cana seriam os mais ricos do planeta, já que não há quem mais trabalhe que eles.

    O que dá dinheiro é usar de seu intelecto para concretizar algo diferente e melhor do que a maioria faz. E isso só se obtém às custas de estudo, experiência e empenho.

    Não tenho dúvidas de que Bill Gates trabalha muito menos que os cortadores de cana; e menos dúvida ainda de que ele ganha muito mais que eles. O que os cortadores de cana fazem qualquer um pode /sabe fazer; o que Bill Gates faz poucos podem/sabem fazer.

    Desta forma, não creio que o capitalismo, por si, restringe as chances de sucesso de alguém. Na verdade, é o que mais se aproxima de meritocracia; quanto melhor e/ou mais exclusivo o que você faz, mais ganhará.

    É inegável, no entanto, que há pessoas que nunca poderão ter as mesmas oportunidades na vida que eu ou você, por lhes faltar um mínimo de dignidade, externada na saúde e educação pública precárias. Mas eles deveriam lutar por uma política eficiente nestes campos, e não contra o capitalismo.

    O socialismo se mostrou o pior sistema já inventado. Me aponte um lugar que funcionou.
  3. bladoborges

    bladoborges Membro Pleno

    Mensagens:
    249
    Sexo:
    Masculino
    Estado:
    São Paulo
    Caro amigo, citarei vossas palavras:

    "Não creio que são esses trabalhadores que ganham salário mínimo que sustentam, criam e mantém a riqueza de poucos."

    "Trabalho não dá dinheiro. Se trabalho desse dinheiro, os cortadores de cana seriam os mais ricos do planeta, já que não há quem mais trabalhe que eles.

    O que dá dinheiro é usar de seu intelecto para concretizar algo diferente e melhor do que a maioria faz. E isso só se obtém às custas de estudo, experiência e empenho. "

    Pela lógica, você não pode ser e não ser ao mesmo tempo, então se trabalho não dinheiro, logo alguém terá que trabalhar mais no seu lugar. O sr. nesse ponto esta corretíssimo.

    O sr. tb tem razão, em partes, ao mencionar que estudo, experiência, empenho e intelecto traz boas consequências, no entanto, aliado a estes fatores, incluo uma parcela de sorte e oportunidade. Não existe sucesso sem sorte e oportunidade, da mesma forma que não existe sorte e oportunidade sem empenho, estudo e experiência.

    Ao elaborar o texto, não quis dizer que o socialismo é bom, nem ao menos considero essa opção, além de ser capitalista, tenho repúdio ao socialismo ou ao comunismo.

    O que pretendi é demonstrar a alienação como forma de controle social, o ser humano se contenta com pouco devido a isso, no entanto, há uma necessidade de alteração da nossa politica. Deveria haver um maior controle na exploração do Brasil.

    O Brasil nos últimos anos vem sendo alvo de investimento massivo de capital estrangeiro, por qual motivo será? é obvio. Tudo o que é tipo da empresa esta tentando colocar o pé no mercado financeiro, tomemos por exemplo uma grande rede de supermercados que hoje em dia vc pode sacar, utilizar rotativo, utilizar em outros estabelecimentos, pagar contas, por uma mísera taxa de juros de 18% ao mês.

    Srs, estamos falando de 18% ao mês, cade o Estado?
  4. drrafaelfeliciojr

    drrafaelfeliciojr Membro Pleno

    Mensagens:
    467
    Estado:
    Rio de Janeiro
    Também não entendi a intervenção do colega JUS EST ARS, o Bruno falou de uma coisa e você falou de outra, o colega em nenhum momento levantou bandeira de socialismo. Ele inclusive se disse capitalista ao final da mensagem.

    A propósito, assino embaixo do teu texto, Bruno.

    Att,
  5. JUS EST ARS

    JUS EST ARS Em análise

    Mensagens:
    28
    Sexo:
    Masculino
    Estado:
    São Paulo
    drrafaelfeliciojr:

    Eu estava respondendo a isto:

    E o fiz da seguinte forma:

    De fato ele não levantou a bandeira do socialismo, mas fez uma crítica que não julgo pertinente ao capitalismo enquanto opção política, e daí a antítese.

    O que também não concordo, e agora ficou mais claro nessa mensagem do bladoborges, é a ânsia predatória dos bancos no Brasil ao cobrar de juros por mês o que na Europa cobram em um ano. É uma usura legalizada.

    bladoborges:

    Concordo contigo quanto a sorte e oportunidade como elementos indispensáveis do sucesso.

    E também concordo quanto às taxas de juros obscenas. Ora, em países da Europa a taxa de juros é de 18% AO ANO, e há locais em que é menor ainda. Isso sem dúvida emperra a economia e cria distorções.

    Essa questão dos juros, sem dúvida, é algo contra o qual o vale a pena lutar.
Tópicos Similares: AlienaÇÃo Social
Forum Título Dia
Regras Liberação de alienação fiduciária de imóvel judicialmente 16 de Maio de 2017
Direito Civil, Empresarial e do Consumidor Busca Apreensão - Alienação Fiduciária 26 de Fevereiro de 2016
Direito Civil, Empresarial e do Consumidor Alienação Fiduciária - Pessoa Jurídica 25 de Fevereiro de 2016
Direito Civil, Empresarial e do Consumidor alienação automóvel - responsabilidade por acidente de trânsito 17 de Novembro de 2015
Direito do Trabalho Arrematação de bem com alienação fiduciária, prestações restantes 16 de Julho de 2015

Compartilhe esta Página